Quais são as nossas chances de descobrir por que não conseguimos engravidar?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ansiedade provocada pelo intenso desejo de ter um filho deve ser controlada no momento da investigação, com a manutenção de pensamentos positivos. A boa convivência entre o casal, bem como trocar informações com outras pessoas que tenham vivido situações semelhantes pode ser reconfortante.

Em muitos casos, mais de um fator leva a dificuldades de engravidar, e alguns deles são mais complicados de detectar do que outros - com isso um diagnóstico final nem sempre é possível.

Em cerca de 20 por cento das situações, os exames não revelam nada de errado com nenhum dos parceiros. Os médicos chamam isso de "infertilidade sem causa aparente" (Isca), o que pode provocar grande ansiedade nas pessoas. Mas mesmo esse tipo de caso pode ser resolvido com tratamentos como uso de medicamentos especiais e técnicas de reprodução assistida.

Além do mais, há sempre a possibilidade de você continuar tentando engravidar e acabar conseguindo naturalmente, especialmente se for jovem.

A verdade é que lidar com tantas incertezas, exames e procedimentos médicos é duro e frustrante, então às vezes o melhor remédio é dar mesmo um tempo para se recuperar emocionalmente. Leia algumas orientações sobre como lidar com o estresse. Você pode também trocar experiências com outros pais e mães sobre seus desafios e conquistas rumo ao sonho de ter um filho.

 

Tratamentos

Uma vez encontrado o caminho, há diversos procedimentos em reprodução assistida que podem ser feitos no casal. A Progênese Tecnologia em Reprodução Assistida oferece: Inseminação Intrauterina, Fertilização In Vitro Convencional, Fertilização In Vitro, Punção Percutânea de Epidídimos, Punção Aspirativa de Testículo, Criopreservação de Óvulos, Criopreservação Seminal e Criopreservação de Embrião.

 

Redação Progênese com Baby Center

 

Segunda-feira, 25 de Abril de 2016
Voltar
fb.com/progenese
|
46 3220 2969
|
Av. Brasil, nº450, sala 1002 - 10º andar, Ed. Max Saúde.